fbpx

Mais que TPM: transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM)

TPM

Transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM) é a forma mais severa de TPM, que podem causar mudanças extremas de humor e sintomas físicos.

As mulheres muitas vezes reconhecem que seus períodos menstruais estão chegando porque têm sintomas da síndrome pré-menstrual (TPM). De cada 100 mulheres, cerca de 75 têm TPM. Destas, até 10 podem ter uma forma mais severa de TPM chamada de transtorno disfórico pré-menstrual, ou TDPM.

A TDPM vai além do que os médicos consideram TPM normais. Para as mulheres com TDPM, na semana que antecede o período menstrual começam os sintomas. Estes são tão extremos, que é muito difícil trabalhar ou administrar sua vida pessoal. Poucos dias depois do início do seu período menstrual, elas voltam a se sentir bem.

Especialistas não têm certeza o que causa a TPM e a TDPM, mas acham que elas estão relacionadas a alterações hormonais que fazem parte do ciclo menstrual. Pesquisas recentes têm mostrado uma ligação entre os sintomas pré-menstruais e baixos níveis de serotonina, uma substância química do cérebro que é ligada ao humor e sono. Isso foi bem detalhado neste outro artigo deste blog.

Quais são os sintomas da TPM?

Os sintomas da TDPM incluem:

  • Sentir-se muito triste, sem esperança, ou sem valor
  • Sentir-se tensa ou ansiosa
  • Mudanças de humor, choro fácil
  • Sentir-se irritada ou irritável
  • Perda de interesse em atividades usuais
  • Dificuldade de concentração
  • Fadiga, falta de energia
  • Alterações no padrão alimentar (comer demais, perda de apetite ou compulsão alimentar)
  • Mudança no padrão de sono (insônia ou dormir demais)
  • Sentir-se sobrecarregado ou fora de controle
  • Sintomas físicos, como seios sensíveis ou inchados, dores de cabeça, inchaço, ganho de peso e dor nas articulações ou músculos

As mulheres que têm TDPM têm pelo menos cinco destes sintomas antes do início da  maioria de seus períodos menstruais ao longo de um ano. Os sintomas melhoram dentro de alguns dias após o início da menstruação.

Se você acha que tem TDPM, fale com o seu médico. O seu médico pode querer que você mantenha o controle de seus sintomas por alguns meses. Um diário dos sintomas pode ajudar o médico a diagnosticar se você tem TPM, TDPM, depressão ou outra condição.

Como é tratado o TDPM?

Para ajudar a reduzir os sintomas, o médico pode recomendar alguns ou todos os seguintes:

  • Antidepressivos. Os antidepressivos chamados inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS) são a primeira escolha para o tratamento de TDPM.
  • Pílulas anticoncepcionais podem ajudar a regular os níveis hormonais.
  • Exercício. Fazer exercícios aeróbicos regulares pode melhorar o humor e ajudar a reduzir os sintomas.
  • Mudanças na dieta. Na semana antes de seu período menstrual, coma mais carboidratos complexos (como pães e cereais de grãos inteiros) e proteínas, e corte  cafeína, açúcar, sal e álcool.
  • Suplementos. Tomar vitamina B6, vitamina E, cálcio e suplementos de magnésio podem ajudar a aliviar os sintomas em algumas mulheres. Converse com seu médico para ver se os suplementos são certos para você.
  • Aconselhamento. A terapia pode ajudá-la a aprender formas de lidar com os sintomas.
FONTES:

– Tensão Pré Menstrual. Projeto Diretrizes – APM e CFM. 2011.

– Oregon Health and Science University. Premenstrual syndrome (PMS).
– American Congress of Obstetricians and Gynecologists. Premenstrual syndrome.
– Danakas GT, Alvero R. Premenstrual dysphoric disorder. In: Ferri FF. Ferri: Ferri’s Clinical Advisor 2009, 1st ed. Philadelphia, PA: Mosby Elsevier; 2009.

 

Por Havens Lila, Redator.
Revisão médica: Giselle HPR Diniz

http://www.cuidadosmil.com.br/artigos/mais-que-tpm.html